26 de setembro de 2019

Crise nas Infinitas Terras - Das HQs para a TV


Nada como começar os trabalhos aqui no NCG falando sobre começos. Ou melhor, sobre recomeços. E um dos assuntos mais recorrentes nas redes sociais, nos últimos dias, é a adaptação para a TV da Crise nas Infinitas Terras. Mas, o que é isso? Onde vive? Do que se alimenta? É disso que quero falar hoje.



O que é a Crise nas Infinitas Terras?

Só pela capa desta edição encadernada da Panini, com a mão do mestre Alex Ross, já vale a pena a aquisição.
Fonte: Imagem elaborada pelo autor.


Recentemente terminei de ler a mega-saga que mudou os heróis da editora DC Comics para sempre, a
Crise nas Infinitas Terras. Lançada originalmente em 1985 e republicada, aqui no Brasil, pela Editora Panini em um encadernado de luxo, com capa de Alex Ross (o motivo para eu ter comprado esta edição, pois sou fã da arte dele), com argumento de Marv Wolfman e desenho de George Pérez (grande Pérez!), foi o primeiro grande reboot feito por uma editora em todas suas publicações. O motivo disto é que havia o conceito de multiverso, onde várias versões da terra existiam, em realidades paralelas, com versões distintas de heróis e vilões, entre eles personagens da Era de Ouro e outros adquiridos de outras editoras. Isto causava uma enorme confusão entre os leitores, que ficavam perdidos na cronologia das publicações, e nas relações entre os personagens. Um exemplo disto é que existiam o Batman, o Superman e a Mulher Maravilha, envelhecidos, da Terra 2 (onde habitavam os heróis da Era de Ouro) e os mesmos personagens, mais jovens, na Terra 1 (onde estavam os heróis da Era de Prata, da linha principal da editora). O evento eliminou todas as terras e o multiverso, e unificou todos os personagens e seus núcleos em uma terra só, exceto (cuidado, SPOILERS!) os que morreram durante a saga.

Uma representação do multiverso e das infinitas terras nas páginas da saga.
Fonte: Imagem elaborada pelo autor.


Confesso que foi penosa a leitura, por vários fatores. Primeiro porque achei que estas HQs envelheceram mal (no roteiro) e, também, por ser bem cansativa (não via a hora de terminar); mas entendo a questão da narrativa e do discurso da época, então paciência. Segundo, pela quantidade enorme de personagens que não conhecia ou não recordava; isto deixou-me um pouco perdido. Lembrando que estas são opiniões minhas, e se você gostar, tem o meu respeito. Bem, mas não estou aqui para apontar apenas o lado negativo da coisa, e posso ressaltar e muito a arte de George Pérez, que nos entregou desenhos memoráveis dentro deste arco (não falarei muito para não dar spoilers). Mesmo depois de tanto tempo ainda acho bastante agradável seu traço aqui. Um clássico.


Não é todo dia que a gente vê o Superman pistola (e com toda a razão).
Fonte: Imagem elaborada pelo autor.



Apesar dos pesares, foi interessante ler este exemplar. Há alguns trechos bem reflexivos até, mesmo não sendo tão complexos. Lembrou-me exatamente das histórias que lia na época. Então, mesmo com este tipo de problema que tive, achei importante ter em mãos um material histórico, e que serviu para pavimentar o que viria no futuro em relação aos heróis da DC (e serviu de inspiração para outras editoras), tanto é que a cronologia da DC é dividida até hoje em pré-Crise e pós-Crise. Ou seja, nunca despreze os pequenos começos. Neste caso, um recomeço.


A Crise nas Infinitas Terras na TV

Fonte: https://www.jornadageek.com.br/colunas/crise-nas-infinitas-terras/


Agora que ficou claro o que é a Crise nas Infinitas Terras, tem um dos assuntos mais falados nas redes sociais nestes dias, pois ela está sendo adaptada para a TV, e vários atores de filmes, séries antigas e novas foram cotados para vivenciar novamente seus papéis, além de, é claro, personagens das séries atuais da DC. Ela será continuação do crossover Elseworlds, que aconteceu envolvendo as séries Arrow, Flash e Supergirl. 

Foto promocional do crossover Elseworlds, que aconteceu envolvendo as séries atuais da DC.
Fonte: https://www.jornadageek.com.br/colunas/crise-nas-infinitas-terras/
Confesso que raramente acompanho algum episódio das séries da DC, mas até fiquei interessado em dar uma espiada nessa adaptação. O legal disso tudo é que ela vai além das HQs, trazendo um pouco de nostalgia (e este fator nostalgia que me fez querer assistir a Crise na versão da TV), pois veremos juntos alguns ícones, como Burt Ward (que fez o Robin na série Batman de 1966), John Wesley Shipp (que fez o saudoso The Flash dos anos 90), Tom Welling SAMBARISÉÉÉIIIIVIMIIII!!! (o eterno Clark Kent de Smallville), Brandon Routh (que fez Superman: o Retorno, e irá representar o Superman do Reino do Amanhã), dentre outras figuras. Até o Lucifer Morningstar (da série Lucifer) deve dar as caras, além de diversas referências, como uma ao Batman do Michael Keaton. O mais interessante nisso tudo é que, com esta iniciativa, toda essa galera agora é, de fato, canônica dentro do universo de filmes e séries da DC. Muito bom, né?

Olha só uma parte da galera reunida para as gravações de Crise nas Infinitas Terras!
Fonte: https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/series-e-tv/2019/10/foto-epica-de-crise-nas-infinitas-terras-junta-lendas-do-arrowverso

Bem, vamos ficar de olho e acompanhar o que virá pela frente sobre a série. Já até soltaram um trailer dela, que está no YouTube. Se você tá animado para assistir ou não como eu, que tô ansioso para rever alguns personagens e respectivos atores, comenta aí. até a próxima! E que a Força esteja com você!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

● Leia antes!

● Não esqueça de deixar o link do seu blog.
● Os comentários são todos moderados,
então não perca tempo com ofensas ou spam.
● Críticas aceitamos somente as construtivas.
● Obrigado(a) pela visita e volte sempre! 。◕‿◕。

Topo
Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lorena Alves